Mais Lidas

Marcar posição

Diplomacia dará o tom do discurso de Bolsonaro na Assembleia da ONU

Presidente também vai falar das respostas do País à pandemia, como o auxílio emergencial que protegeu os mais pobres

acessibilidade:
Presidente também vai falar das respostas do País à pandemia, como o auxílio emergencial que protegeu os mais pobres. Foto: Carolina Antunes/PR.

O presidente Jair Bolsonaro já gravou o vídeo do discurso de abertura da 74ª Assembleia Geral das Nações Unidas, a ser exibido às 10h15 desta terça (22), no qual a linguagem diplomática será utilizada para citar avanços no combate a incêndios da Amazônia e lembrar que o Brasil é vítima dos interesses contrariados de rivais no agronegócio e de ONGs que perderam dinheiro e influência em seu governo. Também descreverá as respostas do País à crise da pandemia, como o auxílio emergencial que protegeu os mais pobres e ainda os fez sair da linha de pobreza. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

O discurso adota tom mais ameno que a fala do ministro Augusto Heleno (GSI), nesta segunda (21), mas não deixará críticas sem resposta.

Bolsonaro também vai se associar às críticas à ditadura venezuelana, reafirmando os compromissos do seu governo com a democracia.

O presidente fará acenos aos demais países, de olho na candidatura do Brasil a assento temporário no Conselho de Segurança, ano que vem.