Rateio ministerial

Lula se reúne com caciques do MDB para decidir fatias da Esplanada para o partido

Partido deve ter três nomes ocupando pastas na Esplanada dos Ministérios

acessibilidade:
Lula deve anunciar nos próximos dias as pastas ocupadas pelo MDB Foto: reprodução TV Record

O presidente eleito Lula se reúne hoje (28) a tarde com a cúpula do MDB para definir a fatia que o partido vai levar na Esplanada dos Ministérios do futuro governo. O MDB é conhecido pelo apetite por cargos para compor a base de qualquer governo.

Há uma queda de braço dentro do MDB pelas indicações. Inicialmente, o MDB levaria duas pastas, mas deve ficar com três vagas. Mas nas contas da sigla, a senadora Simone Tebet (MS), apoiadora de Lula no segundo turno das eleições, entra como “cota pessoal” do petista. Tebet vai para o Ministério do Planejamento. A senador é boicotada pelo PT e por correligionários do MDB.

O MDB no Senado deve ficar com a indicação para o Ministério dos Transportes. O mais cotado para o posto é o senador Renan Filho (AL). A família Calheiros tem reclamado da falta de protagonismo na transição do governo e manifestado descontentamento com o prestígio de Arthur Lira (PP), adversário político da família em Alagoas.

Na Câmara, os deputados queriam decidir o nome que vai ocupar a vaga, mas a decisão deve ficar com o governador do Pará, Helder Barbalho, isso porque o estado elegeu nove dos 42 parlamentares da Casa. O sucesso é atribuído ao governador, que deve apresentar o nome do irmão, Jader Filho.

As reuniões com Lula ocorrem desde a noite desta terça-feira (27), com a chegada de Helder em Brasília. Lula já se reuniu com o emedebista, além do presidente do partido, deputado federal Baleia Rossi (SP). O anúncio deve ser feito até o fim da semana.