Fiasco

Afora fotos com o anfitrião, Lula nada trouxe da viagem aos EUA

Falta de declaração conjunta mostra pouca importância da visita

acessibilidade:
Favelas e periferia de grandes cidades brasileiras preocupam o governo dos EUA tanto quanto as ditaduras da Coreia do Norte, Afeganistão e Irã. (Foto: Ricardo Stuckert/PR.)

O encontro entre os presidentes di Brasil e dos Estados Unidos, em Washington, durou pouco tempo e afora as fotos em que aparece ao lado de Joe Biden, Lula (PT) nada trouxe de sua visita oficial. 

Lula e Biden ficaram no mesmo ambiente por cerca de 40 minutos que não produziram nada de relevante, nem mesmo um acordo de intenções, nada.

Enquanto um sonolento Biden precisou recorrer a uma colinha para falar por alguns segundos dando boas vindas ao visitante, Lula desperdiçou o momento em que se encontrava com o presidente da mais poderosa nação do planeta para falar mal do antecessr.

Não houve nem mesmo uma declaração conjunta após o encontro, em entrevista coletiva, como é tradicional, indicando que o governo americano não atribuiu qualquer relevância à visita.

 Os presidentes “se manifestaram” apenas nas redes sociais, por meio de posts produzidos por assessores.

O americano disse que “está construindo uma parceria Estados Unidos Brasil mais forte para gerações que estão por vir”.

Na saída da Casa Branca, Lula falou com jornalistas e sem ter muito o que mostrar, disse que o Brasil ‘volta ao cenário mundial’. Tanto que o destaque da reunião foi a possível doação de Biden para o Fundo Amazônia.

Apesar da falta da confirmação do presidente dos EUA,  sobre a doação, Lula garantiu que ocorrerá. “Senti muita vontade [de Biden]. O que posso afirmar é que ele vai participar do fundo amazônico”.

O petista também se manifestou pelas redes sociais.

A aeronave da comitiva da Presidência da República deve chegar ao Brasil por volta das 20h deste sábado.

 

Reportar Erro