Mais Lidas

Continua a briga

TSE acusa Bolsonaro no STF de difundir supostas notícias falsas

Decisão foi tomada por unanimidade pelo TSE, contrario à impressão do voto

acessibilidade:
Ministro Luis Roberto Barroso, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) - Foto: Carlos Moura.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) solicitou ao Supremo Tribunal Federal (STF) para que o presidente Jair Bolsonaro seja investigado por disseminar notícias supostamente falsas a respeito do processo eleitoral.

A decisão foi tomada por unanimidade pelo plenário do TSE, em sua cruzada contra a impressão do voto no País.

Em ofício encaminhado pelo presidente do TSE, ministro Luis Roberto Barroso, ao ministro Alexandre de Moraes, inclui o link para a live de Bolsonaro, realizada na última quinta-feira (29).

Na ocasião, o presidente apresentou uma série de vídeos e denúncias do que ele acredita serem indícios de fraudes no processo de votação não auditável em urna eletrônica.

O TSE avaliou que, em vez de apurar os supostos indícios de fraude, seria o caso de denunciar o presidente da República.

Vídeos Relacionados