Infraestrutura

Tarcísio está em 43 grupos de whatsapp e tem 700 mil ‘fiscais’ nas rodovias

Queixas dos caminhoneiros são vistas pelo ministros, que agiliza providências

acessibilidade:
Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas - Foto: Agência Brasil

Enquanto holofotes estão fixados na briga entre STF e o presidente Jair Bolsonaro, a infraestrutura brasileira segue avançando a passos largos depois da transformação de cerca de 700 mil caminhoneiros em “fiscais de rodovias”, como são chamados pelo ministro Tarcísio Freitas. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Ele diz participar de 43 grupos de WhatsApp e receber mensagens diretas dos motoristas relatando defeitos, pedidos de manutenção ou de melhorias.

Freitas revelou que um caminhoneiro entrou em contato às 2h da manhã de um sábado na hora da quebra do caminhão. Recebeu resposta imediatamente.

“Na hora, mandei mensagem para o diretor-geral do DNIT e o reparo foi feito”, disse Freitas, que depois recebeu um novo contato do motorista.

O contato direto com caminhoneiros rende frutos. “No trajeto de volta, ele viu a obra feita aí fez um vídeo, agradeceu e isso viralizou nos grupos”.