Mais Lidas

Covid-19

SP vacina em maio motoristas de ônibus e pessoas com comorbidades

Pacientes transplantados, pacientes renais em terapia e pessoas com Síndrome de Down serão vacinados a partir do dia 10 de maio; motoristas e cobradores de ônibus, no dia 18

acessibilidade:
Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

O governo de São Paulo anunciou nesta terça-feira, 20, a vacinação contra Covid-19 de metroviários, motoristas e cobradores de ônibus de São Paulo em maio. As categorias vinham ameaçando greve no estado, mas elas foram canceladas após sinalização do governo.

Também foram incluídos na atualização do cronograma de imunização pessoas com síndrome de down, pacientes transplantados e pacientes renais em diálise, a partir de 10 de maio.

A expectativa é que um total de 10 mil metroviários e ferroviários sejam vacinados vacinados a partir de 11 de maio. Motoristas e cobradores de ônibus, contingente de 165 mil pessoas, serão imunizados a partir de 18 de maio.

Idosos

O governo Doria também anunciou a antecipação da vacinação de pessoas com 64 anos para esta quinta-feira, 23. Este grupo, estimado em cerca de 420 mil pessoas, originalmente estava previsto para receber a imunização a partir de 29 de abril. As pessoas com 65 e 66 anos já podem ser vacinados a partir da quarta-feira, 21.

A vacinação da próxima faixa etária, idosos de 63 anos, está programada para iniciar no dia 29 de abril. Os paulistas com 60, 61 e 62 anos serão vacinados a partir de dia 6 de maio.

Taxa de ocupação

Segundo o secretário de Saúde do Estado, Jean Gorinchteyn, a taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Estado nesta segunda-feira é de 82,9%, e na Grande São Paulo de 80,8%. São 11.112 pessoas internadas em UTI e 12.257 em leitos de enfermaria em São Paulo.

Também foi anunciada a taxa de ocupação do estado, em 82,9%. Na Grande SP, ela é de 80,8%.

“Nas unidades de terapia intensiva, temos hoje 11.112 pacientes, lembrando que no dia 1º foi pico maior, portanto, maior número de pacientes internados nas nossas UTIs nessa segunda onda, nós tínhamos 13.120. Temos um total de 2 mil pacientes a menos internados nas UTIS”, explicou Gorinchteyn.

Já o índice de isolamento no Estado no domingo, 18, foi de 50% e na segunda-feira, 19, de 41%.

Vídeos Relacionados