Mais Lidas

Educação

Repasses para obras em escolas de São Paulo caíram 42% no governo Bolsonaro

R$143 milhões do governo Temer foram reduzidos a R$83,4 milhões

acessibilidade:
O PDDE é um programa de repasse de recursos às escolas públicas da educação básica estaduais e municipais.

Nos três primeiros anos do governo de Jair Bolsonaro houve redução de 42% nos repasses de recursos para obras de infraestrutura das escolas estaduais de São Paulo.

Os dados da Secretaria Estadual de Educação indicam redução quase à metade do valor de R$143 milhões repassados pelo governo anterior, chefiado por Michel Temer, entre 2016 e 2018.

O repasse federal por meio do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) foi reduzido para R$ 83.4 milhões durante a gestão Bolsonaro e no auge do bate-boca político entre Bolsonaro e o ex-governador João Doria.

Criado em 1995, o PDDE do governo federal é um programa de repasse de recursos financeiros às escolas públicas da educação básica das redes estaduais e municipais.

O objetivo desses recursos é a melhoria da infraestrutura das escolas para a realização de obras e reformas. Durante a pandemia essa verba também foi utilizada para a compra de materiais para assegurar os protocolos de prevenção contra a covid-19.

Veja os números do PDDE para o Estado de São Paulo:

Reportar Erro