Mais Lidas

Decisão liminar

Wilson Witzel garante no Supremo direito de não comparecer à CPI

Ex-governador cassado do Rio de Janeiro, Witzel obteve o direito de optar se quer, ou não, depor à CPI da Pandemia

acessibilidade:
Ex-governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel. Foto: Agência Brasil

Governador cassado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel obteve, no início da noite desta terça-feira (15), uma decisão liminar no Supremo Tribunal Federal (STF) que lhe faculta o direito de deixar de comparecer à CPI da Pandemia no Senado. Segundo a decisão do STF, Witzel pode escolher se vai, ou não, à CPI e, caso queira prestar depoimento, tem o direito de permanecer em silêncio.

O colegiado de parlamentares aprovou a convocação de Wilson Witzel para explicar a gestão do governo estadual do Rio durante a crise da pandemia da Covid-19.

Vídeos Relacionados