Mais Lidas

Operação Safira

Polícia Civil prende agente penitenciário por fraudar contas de clientes do BRB

Agente oferecia pagamento de tributos e multas junto ao governo

acessibilidade:

Um agente penitenciário foi preso na noite de quarta-feira (5) suspeito de fraudar contas de clientes do Banco de Brasília (BRB). Segundo a polícia, a quadrilha do qual ele faria parte pode ter causado prejuízo de cerca de R$ 20 milhões por ano ao banco desde 2013. Batizada de Operação Safira, a ação da PCDF levou três meses de investigação.

De acordo com a polícia, o agente Marcos Paulo Silva Barbosa oferecia pagamento de tributos e multas junto ao governo alegando que tinha créditos de precatórios a receber e os débitos  poderiam ser  compensados. Para atrair os clientes, ele dava um desconto de 30%.

Correntistas, vítimas do suspeito, tiveram contas invadidas. Uma delas teve mais de 70 fraudes detectadas em sua conta. Marcos responderá por crime organizado e furto mediante fraude. Outros integrantes da quadrilha ainda não foram identificados.

Reportar Erro