Culpa do Inchaço

Pista da Elmo Serejo está ameaçada após erosão

Erosão que começou na segunda-feira passada compromete uma das pistas

acessibilidade:

Uma das pistas da avenida Elmo Serejo , em Taguatinga, ? que desde a segunda-feira passada (25) ? vem desmoronando está ameaçada a sumir em poucos dias. Com o rompimento da tubulação de água pluvial, a via mais próxima à erosão pode acabar ?comida?. Engenheiros temem que esse desmoronamento atinja a estrutura da linha do metrô, a poucos quilômetros dali. Caesb e Novacap trabalham no local.

A erosão aumenta a cada dia desde o rompimento da tubulação. Na segunda-feira passada, apenas as margens da avenida haviam sido afetadas. Agora, o buraco está bem maior. Para o especialista em patologia estrutural e professor de engenharia da Universidade de Brasília (UnB) Dickran Berberian, os desmoronamewnto começa agora a atingir a lateral da pista de asfalto.

Dickran, no entanto, não acredita que a estrutura do metrô seja afetada devido aos trabalhos realizados pela Caesb e NOvacap, que desde a semana passada atuam na área. ?Só não vai atingir a linha porque a Caesb e a Novacap já estão trabalhando?, defende. Mesmo assim, a probabilidade é que tenha novas erosões esta semana. ?Mas só a velocidade dos trabalhos pode conter novas erosões?, completa.

Inchaço ? As razões para a tubulação ter se rompido são justificadas pelo inchaço da região nos últimos anos. ?A bacia de água era suficiente para atender a uma demanda muito menor e funcionou muito bem durante anos, mas eles acabaram inchando a cidade, com prédios, calçadas, estacionamentos, e impedindo o curso natural da água pela absorção do solo. O crime é ter inchado Brasília?, diz Dickran.