Mais Lidas

Após vídeos de maus-tratos

Pais de alunos pedem a saída da diretora da escola Ipê, em Águas Claras

Eles querem ainda a instalação de câmeras na instituição

acessibilidade:

Pais de alunos da escola particular Ipê, em Águas Claras, pedem, entre algumas reivindicações, a saída da diretora. Na última semana, foram divulgados vídeos em que professoras maltratam crianças entre 3 e 5 anos. Apesar de os pais pedirem a demissão das funcionárias, elas foram apenas afastadas. Eles pedem ainda a instalação de câmeras na escola para que as crianças possam ser monitoradas pela internet. Cerca de 500 pais assinaram os pedidos.

Vídeos

O caso foi parar na polícia, que vai investigar a denúncia. No total, foram gravados 25 vídeos e áudios. Eles foram feitos por uma monitora, que estava cansada de presenciar a violência. Em um dos áudios, uma das professoras faz chacota de um menino que fez xixi na calça. “Olha o tamanho desse menino. Vai andar pelado agora. Tira essa roupa. Olha a cueca dele toda molhada. Eco. Olha ele de cueca, gente. Vai andar de cueca para aprender a nunca mais fazer xixi”, falou. Em outro momento, uma professora coloca uma touca em um menino com força, cobrindo toda a cabeça da criança.

A Associação de Pais e Alunos das Instituições de Ensino do DF (Aspa-DF) entrou, junto ao Ministério Público, com uma representação conta a escola. Segundo o presidente da Aspa-DF, Luis Claudio Megiorin, há elementos suficientes para demissão por justa causa, o que não aconteceu.

Reportar Erro