Mais Lidas

Paraná Pesquisas

Mais de metade dos brasileiros deixou de usar veículos devido ao valor do combustível

Preço da gasolina comum no Brasil está acima de R$6 há seis semanas

acessibilidade:
Carro sendo abastecido por bomba de posto de combustível
Bomba de posto de combustível. Foto: Agência Brasil/Arquivo

Levantamento divulgado pelo instituto Paraná Pesquisas nesta segunda-feira, 18, revela que 62,5% diminuiu a frequência de utilização de seus veículos particulares devido ao alto valor dos combustíveis.

A população da região Sul do país foi a que mais deixou de utilizar seus veículos: 6,3%. Seguida pela região Sudeste (63,4%) e Nordeste (60%). As regiões Norte e Centro-Oeste soamam, juntas, 61,2%, segundo a pesquisa.

Para a realização desta pesquisa foi utilizada uma amostra de 2.300 habitantes, sendo esta estratificada segundo sexo, faixa etária, escolaridade, nível econômico e posição geográfica. O trabalho de levantamento dos dados foi feito através de entrevistas pessoais telefônicas, não robotizadas, com habitantes com 16 anos ou mais em 26 Estados e Distrito Federal e em 208 municípios brasileiros durante os dias 12 a 15 de outubro de 2021.

O levantamento da Paraná Pesquisas atinge um grau de confiança de 95,0% para uma margem estimada de erro de aproximadamente 2,0% para os resultados gerais. Nas análises das questões por localidade, o grau de confiança atinge 95,0%.

O preço do litro da gasolina comum no Brasil está acima de R$ 6 há seis semanas, segundo a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Em média, o litro do combustível no país é vendido a R$ 6,117. Em 19 das 27 unidades da federação, o produto era comercializado por mais de R$ 6 entre 3 e 9 de outubro, período do levantamento mais recente do órgão.

A gasolina mais cara do Brasil está no Rio de Janeiro, onde o litro é vendido pelo preço médio de R$ 6,764. Em segundo lugar aparece o Piauí, com o combustível custando R$ 6,733 o litro, em média. O Rio Grande do Norte vem a seguir (R$ 6,675 o litro).

O Amapá é o estado com o menor preço médio do combustível no país, com o litro vendido a R$ 5,350. Em Roraima, esse valor é de R$ 5,743. São Paulo tem o terceiro menor preço (R$ 5,808). As outras cinco unidades da federação com valor abaixo de R$ 6 são Santa Catarina (R$ 5,814), Paraná (R$ 5,941), Ceará (R$ 5,957), Paraíba (R$ 5,963) e Pernambuco (R$ 5,996).

Em todas as regiões do Brasil, o preço da gasolina comum supera os R$ 6. O Centro-Oeste tem o maior valor médio, com R$ 6,282 o litro. Em segundo lugar está o Nordeste (R$ 6,118), seguido pelo Sudeste (R$ 6,109) e pelo Norte (R$ 6,080). O melhor preço é registrado no Sul, onde o litro da gasolina custa, em média, R$ 6,071.

Vídeos Relacionados