Mais Lidas

43,5% com imunização completa

Maceió tem 84,2% de vacinados e supera 1 milhão de doses aplicadas

Prefeito JHC celebra que 43,5% da população da capital alagoana já tenha imunização completa

acessibilidade:
Prefeito JHC ao visitar ponto de vacinação contra covid-19 em Maceió. Foto: Divulgação/Redes Sociais

A vacinação contra a covid-19 em Maceió ultrapassou 1 milhão de doses aplicadas, a partir do fechamento dos dados nessa segunda-feira (13). A capital alagoana alcançou 673.804 com a primeira dose aplicada, 314.252 com a segunda dose e 15.916 com dose única; totalizando 1.003.972 doses aplicadas. Já são 84,2% de pessoas com ao menos uma dose da vacina.

O prefeito João Henrique Caldas, o “JHC” (PSB), celebrou o resultado em suas redes sociais. “Um milhão de doses aplicadas em Maceió! É hora de renovar as esperanças e celebrar o caminho para um futuro próspero. A verdadeira vitória é de cada maceioense. Estamos no caminho da retomada”, comemorou.

Com esse resultado, Maceió chega ao percentual de 43,5% de pessoas imunizadas com as duas doses ou com a vacina de dose única. Até o momento, 35.322 adolescentes tomaram a primeira dose das vacinas, que segue hoje (14) disponível para pessoas com 13 anos e iniciais de A a G sem comorbidades e para adolescentes de 12 a 17 anos com comorbidades ou com deficiência.

Fila de carros diante de um drive-thru da vacinação contra covid-19 em Maceió. Entre os carros, o prefeito JHC

Prefeito JHC em drive-thru da vacinação contra covid-19 em Maceió Foto: Edvan Ferreira/Secom Maceió

Eficiência

Para a secretária municipal de Saúde, Célia Fernandes, os resultados traduzem a eficiência da logística de vacinação desenvolvida pela Prefeitura, que mantém oito pontos fixos de vacinação em funcionamento em todos os dias da semana, com horário estendido de 9h às 21h de terça a sábado, ampliando as possibilidades para que todos se vacinem.

“Os resultados são muito bons. Quanto mais pessoas vacinadas, melhores são os efeitos para o controle da pandemia, para economia e para a vida de todos nós. Claro que não podemos baixar a guarda, vamos seguir com todos os cuidados e quem não se vacinou ainda, procure se vacinar o quanto antes para a segurança de toda a nossa população e dos visitantes”, orienta a secretária.

O coordenador do Gabinete de Gestão Integrada de Enfrentamento à Covid-19, Claydson Moura, ressalta os efeitos do avanço da vacinação para a saúde e a economia. “Não vamos mais fechar a praia, não vamos fechar o comércio, as pessoas vão seguir com seus empregos, ninguém vai precisar ficar em casa depressivo, sem ter o que fazer. A segurança chegou, a vacina chegou e é para todos nós”, convida.

Selo Aqui estamos todos vacinados

Claydson Moura lembra que a partir desta semana, os estabelecimentos comerciais com todo o público interno vacinado começarão a exibir o Selo “Aqui estamos todos vacinados”, atestando sua responsabilidade com a segurança sanitária.

“As pessoas vão procurar esse selo para saber se o estabelecimento onde se encontram é seguro, tem responsabilidade com saúde das pessoas, de seus funcionários, de seus clientes. Pizzaria, salão de beleza, lojas e restaurante. Nós, que temos responsabilidade cidadã, queremos segurança e vamos procurar esse selo porque queremos preservar nossa saúde”, informa.

O coordenador reforça o chamamento para os públicos remanescentes que ainda não tomaram a primeira dose ou que estão atrasados para a segunda dose. “Pessoas de qualquer idade devem se vacinar. Quem estiver atrasado, seja com a primeira ou a segunda, não importa, vá para a fila dos 13 anos. Não se envergonhe. Vergonha é não se vacinar e colocar seus amigos, sua família, a população em geral, em risco”, convida o coordenador. (Com informações da Ascom SMS)

Vídeos Relacionados