CPI protocolada

Ribeiro diz que planos de saúde tentaram enganar Lira

Proponente quer instalação da CPI dos planos de saúde antes do recesso parlamentar.

acessibilidade:
Deputado Áureo Ribeiro acompanhado de parlamentares que endossam o pedido de CPI. (Foto: Deborah Sena)

Nesta quarta-feira (6), o deputado Áureo Ribeiro (Solidariedade-RJ), com o apoio de 308 parlamentares, protocolou o pedido de abertura da CPI dos Planos de Saúde. Ribeiro enfatizou que a CPI atende requisitos para ser instada, como fato determinado e adesão do Parlamento, e afirmou que vai buscar diálogo com a mesa diretora da Câmara dos Deputados para que a instalação ocorra antes do recesso parlamentar.

O proponente endossou, em coletiva de imprensa, que os cancelamentos de serviços por parte das operadoras não pararam de ocorrer e que o compromisso feito por representantes de empresas da área, durante reunião com o presidente Arthur Lira (PP-AL), foi “uma tentativa de engano ao presidente de um poder legislativo”.

“Não teve efetividade. Hoje a minha secretária está tendo um cancelamento de um tratamento de câncer. O deputado Celso Russomanno recebeu mais de cem denúncias nesse sentido. Não teve resultado nenhum. Foi zero. O que houve foi uma tentativa de engano ao presidente de um poder legislativo”, acrescentou.  

Durante a coletiva de imprensa, parlamentares reforçaram a gravidade da situação que se repete em todo o Brasil: o cancelamento unilateral de procedimentos de saúde em casos de tratamento de câncer, transtorno do espectro autista e patologias em geral.