Censura disfarçada

‘PL da Globo’ tumultua plenário da Câmara

Gustavo Gayer (PL-SP) e Silvye Alves (UNIÃO-GO) protagonizaram barraco

acessibilidade:
Imagem registra desentendimento entre deputados em meio a debate sobre projeto.

Os deputados Gustavo Gayer (PL-SP) e Silvye Alves (UNIÃO-GO) protagonizaram barraco no plenário da Câmara dos Deputados, nesta terça-feira (14). O motivo foi a exposição do deputado bolsonarista sobre os colegas que votaram a favor da urgência do Projeto de Lei que propõe a taxação de provedores de conteúdos na internet.
Nas redes sociais do deputado goiano, um vídeo mostra o bate-boca entre os dois, interrompido por seguranças e colegas no plenário.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Gustavo Gayer (@gusgayer)

O Projeto de Lei 8889/2017, apelidado de “PL da Globo”, está no centro de uma acalorada discussão política e midiática. Apresentado como uma iniciativa para combater a disseminação de notícias falsas na internet, o projeto levanta preocupações sobre possíveis implicações na liberdade de expressão e na independência da mídia.

A proposta, que recebeu o apelido em virtude de sua associação com a Rede Globo é alvo de críticas e questionamentos por parte de parlamentares de oposição. O cerne da controvérsia reside nas medidas propostas para identificar e combater informações consideradas falsas, sem estipular critérios de distinção entre os conteúdos. A proposta cria taxação para provedores como Netflix e Prime Vídeo, enquanto dispensa tradicionais meios de comunicação, como emissoras de TV.  Parlamentares apontam que o projeto seria um desmembramento do famigerado pl das Fake News.