O agro é pop

Câmara deve rever demarcações e programas do governo

Evair de Melo (PP-ES) é o novo presidente da Comissão de Agricultura e projeta plano de ações em favor do agro.

acessibilidade:
Dep. Evair Vieira de Melo (PP-ES) (Foto: Agência Câmara)

O deputado Evair de Melo (PP-ES) confirmou ao Diário do Poder que uma das prioridades de sua gestão à frente da Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados será frear o avanço das demarcação de terras indígenas. A ideia é correr contra o prazo apertado para votações na Câmara em virtude das eleições municipais.

Específico, o presidente da colegiado diz que vai atuar pela ‘reversão’ da demarcação Raposa Serra do Sol, ao norte do estado de Roraima. “Também pretendo fazer audiência e trabalhar em pauta legislativa para debater a reversão da Raposa Serra do Sol, que foi uma área  produtora de arroz em Raraima. Não podemos ver a segurança alimentar dos brasileiros ameaçada por capricho de uma minoria extremista”, detalhou. 

Outra prioridade confirmada por Evair é a a derrubada do programa Terra da Gente voltado ao assentamento de famílias consideradas ‘sem terra’, lançado pelo governo Lula.

A comissão de Agricultura da Câmara concentra, neste momento, pautas que monopolizam embates entre a ala governista e a oposição. Entre as matérias paradas está um projeto de decreto legislativo que revoga o reconhecimento de posse da terra indígena Taego Ãwa, no estado do Tocantins, pelo grupo indígena Avá-Canoeiro do Araguaia.

Bolsonarista, Evair de Melo é vice-líder da oposição e assumiu, recentemente, a Comissão de Agricultura após o deputado Vicentinho Júnior (PP-TO) assumir um cargo no governo do estado. Melo também é pré-candidato ao governo do Espírito Santo.