Fogo no União Brasil

Caiado: incêndio revela ‘postura de gângster’ de Bivar

Governador goiano apoiou fortemente a eleição de Rueda

acessibilidade:
Governador Ronaldo Caiado. (Foto: divulgação)

Ao lado de Antônio Rueda, o governador Ronaldo Caiado (União-GO) comentou a postura de Luciano Bivar, que encerra sua gestão como presidente do União Brasil isolado e acusado de provocar incêndios contra o patrimônio de seu sucessor. “Isso é postura de gângster, não é postura de presidente de partido”, destacou o governador. 

O governador disse que durante 24 anos de atuação em Brasília, como deputado e senador, não viu algo semelhante ao caso que envolve a sucessão de Bivar no comando do União Brasil. Caiado enfatiza que Bivar quer atuar “ameaçando as pessoas, amedrontado as pessoas”, destacou.

E completou:  “Imaginar que a pessoa pode presidir um partido incendiando casas, achando que pode ameaçar a filha do presidente, trancar porta de auditório. Isso não é compatível, afinal de contas ele não é dono do partido”.

O governador do Estado de Goiás considera que com a deflagração do processo que pode culminar na expulsão de Bivar, o União Brasil está voltando ao “seu leito normal”.  

Reportar Erro