CPAC

Bolsonaro, Milei, Tarcísio e Jorginho fazem reunião fechada

Milei não se encontrará com o presidente Lula durante esta visita.

acessibilidade:
Essa é a primeira visita de Milei ao Brasil desde que tomou posse como presidente, em dezembro de 2023. (Foto: redes sociais)

Neste domingo, 7 de julho, o presidente argentino Javier Milei teve uma reunião com o ex-presidente brasileiro Jair Bolsonaro e os governadores Tarcísio de Freitas (São Paulo) e Jorginho Mello (Santa Catarina). O encontro, que aconteceu a portas fechadas no hotel em Balneário Camboriú (SC) onde estão hospedados, contou ainda com a presença do deputado federal Eduardo Bolsonaro, da secretária-geral do governo argentino Karina Milei, irmã do presidente, e do ministro da Defesa argentino, Luis Petri.

Durante a reunião, Milei foi presenteado com uma moeda apelidada de ‘a medalha dos 3 Is’, que faz referência a termos que Bolsonaro utiliza para se descrever: ‘imbrochável’, ‘imorrível” e ‘incomível’. Conforme informou Manuel Adorni, porta-voz da presidência argentina, os líderes discutiram a necessidade de facilitar o comércio entre os dois países e expressaram apoio às reformas que Milei está implementando na Argentina.

Esta é a primeira visita de Milei ao Brasil desde que assumiu a presidência em dezembro de 2023. Ele está em solo brasileiro para participar da CPAC Brasil, um evento conservador organizado pelo deputado Eduardo Bolsonaro. No entanto, Milei não se encontrará com o presidente Lula durante esta visita e também não participará da cúpula de chefes de Estado do Mercosul em Assunção, Paraguai, onde Lula estará presente.

Conforme comunicado pelo porta-voz da presidência argentina, Manuel Adorni, durante a reunião, Javier Milei, Jair Bolsonaro e os governadores abordaram a relevância de simplificar o comércio entre as nações. Além disso, manifestaram apoio ao presidente argentino pelas reformas que está implementando em seu país.