Versão desatualizada

Assessores acreditam que Lula está ficando gagá

O presidente estaria confuso com números, dados e trocando informações

acessibilidade:
Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. (Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado)

A coluna Radar,  da revista Veja, divulgou que o presidente da República, Luís Inácio Lula da Silva, tem apresentado episódios de ‘confusão mental’. Segundo a coluna, o presidente tem se atrapalhado com números e outros dados do governo durante agendas de trabalho. A informação foi ventilada por assessores e auxiliares do presidente.

Exemplo disso é a fala de Lula que acusou Israel de matar 12,3 milhões de crianças, dado incompatível com a realidade. Também é comum nos discursos recentes do presidente a República informações desencontradas. O Diário do Poder mostrou quando viralizou contradição de Lula sobre a perda de seu dedo mínimo.

Diferente do que relata a biografia do presidente da República, atribuindo a deficiência a um acidente de trabalho, Lula surgiu durante evento, no palácio do Planalto, dizendo que, na verdade, perdeu a parte do corpo porque era catador de siri.

Outra gafe cometida pelo petista foi na embaixada da Palestina quando plantou uma muda de oliveira, e ao final do ato junto ao embaixador Ibrahim Alzeben, ele perguntou: “quanto tempo demora para dar uva?”. Na verdade, a planta de alto valor simbólico para as principais religiões monoteístas do mundo produz azeitonas e não uvas.

Reportar Erro