Brasil envergonhado

Netanyahu: ‘Lula deveria ter vergonha de si mesmo’

Líder israelense ainda afirmou que presidente do Brasil foi ‘antissemita’

acessibilidade:
Líder israelense ainda afirmou que presidente do Brasil foi ‘antissemita’ . (Foto: Foto: Evan Vucci/AP)

A reação do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, à fala do presidente Lula, que comparou a resposta bélica de Israel contra o grupo terrorista Hamas às ações de Hitler e ao Holocausto, ganhou mais ênfase, na tarde deste domingo (18), durante a Conferência dos Presidentes das Principais Organizações Judaicas Americanas. Netanyahu afirmou que Lula portou-se como o ‘antissemita mais virulento’ e que o presidente petista Lul deveria ‘ter vergonha de si mesmo’.

“Hoje, o presidente do Brasil, comparou a guerra de Israel em Gaza contra o Hamas – uma organização terrorista e genocida – ao Holocausto. O presidente Silva desonrou a memória de 6 milhões de judeus assassinados pelos nazistas. E demonizou o estado judeu como o antissemita mais virulento. Ele deveria ter vergonha de si mesmo”, afirmou Netanyahu, sendo aplaudido.

Mais cedo, por meio da rede social X, o primeiro-ministro disse que Lula ‘ultrapassou a linha vermelha’ com a declaração que banalizou o Holocausto e informou que convocou o embaixador do Brasil em Israel para reprimenda nesta segunda-feira (19).

Veja a postagem do presidente israelense:

Reportar Erro