Direitos dos manos

Lula veta o fim das saidinhas

Presidente agiu contra parlamentares de direita que protagonizaram a aprovação no Congresso.

acessibilidade:
Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. (Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado)

O ministro Ricardo Lewandowski acaba de anunciar o veto parcial do presidente da República, Luís Inácio Lula da Silva, ao projeto que acaba com as saídas temporárias de presos, aprovado pelo Congresso. Assim, Lula mantém as saídas temporárias dos presos em datas comemorativas, um dos principais motivadores para casos de violência no Brasil, nos últimos meses.

O texto vai sair publicado em edição extra no Diário Oficial da União, desta quinta-feira (11). Agora, se espera que o Congresso Nacional derrube o veto presidencial, podendo reestabelecer as restrições para a saídas dos presos.

Interlocutores dão conta de que o motivo do veto presidencial é um aceno contra parlamentares de direita que protagonizaram a aprovação. Na Câmara, o secretário de Segurança Pública do governo Tarcísio de Freitas, deputado Guilherme Derrite (PL-SP), e no Senado, Flávio Bolsonaro (PL-RJ) e Sérgio Moro (PSD-PR).

Reportar Erro