Propaganda eleitoral

Deputado interpela Pimenta sobre exclusão de vídeo

Rodolfo Nogueira (PL-MS) apresentou requerimento de informação ao ministro Paulo Pimenta

acessibilidade:
Dep. Rodolfo Nogueira (PL-MS) (Foto: Agência Câmara)

O governo mal retirou do ar o vídeo que pode gerar responsabilidades legais ao presidente Lula por propaganda eleitoral antecipada, e a oposição já começou a pressionar o Planalto por explicações.

O deputado Rodolfo Nogueira (PL-MS) apresentou requerimento de informação endereçado ao Ministro-Chefe da Secretaria de Comunicação Social, Paulo Roberto Severo Pimenta, questionando o motivo da remoção do vídeo de transmissão do ‘ato unificado das centrais sindicais’ em que lula pede votos para Guilherme Boulos, pré-candidato à prefeitura de São Paulo, do “CanalGov” na plataforma Youtube.

“A referida pasta é responsável por prestar esclarecimentos a respeito da remoção de uma transmissão de um canal oficial da Presidência da República, na qual o Presidente da República proferiu o discurso”, justifica o deputado.

Para o parlamentar está claro o enquadramento da declaração do presidente nos dispositivos legais que configuram crime eleitoral.  “É imprescindível que a Secretaria de Comunicação Social explique os motivos pelos quais um ato institucional do governo não está mais disponível nos meios de comunicação oficiais da Presidência da República”, cravou.

Reportar Erro