Mais Lidas

Por unanimidade

Investigada, deputada Telma Rufino é expulsa do PPL

Decisão, por unanimidade, foi tomada neste domingo, em SP

acessibilidade:

A deputada distrital Telma Rufino foi expulsa da legenda pela Executiva Nacional do Partido Pátria Livre (PPL). A decisão, por unanimidade, foi tomada neste domingo (30), em São Paulo, em reunião extraordinária. Rufino é investigada pela Polícia Civil por fraude bancária para financiamento de sua campanha.

A investigação apontou Rufino como uma das operadoras do esquema. Ela teria comprado ainda diplomas falsos de graduação e de pós-graduação. Em maio deste ano, o PPL decidiu dar início ao processo de expulsão da distrital. Segundo a Executiva Nacional, havia “fortes evidências de desvio de conduta e favorecimento indevido”. Diante disso, a ação de Rufino causa “graves prejuízos ao partido”.

Operação Trick

Em 30 de abril, a Polícia Civil do DF cumpriu um total de 36 mandados de busca e apreensão e 32 mandados condução coercitiva (quando o suspeito é levado à delegacia para depor). A operação investiga um esquema de roubo de dinheiro público e de lavagem de dinheiro que podem chegar a R$ 100 milhões. Entre os investigados estão a deputada Telma Rufino e o ex-diretor do DF-Trans Marco Antoni Campanela, ambos filiados ao PPL.