Mais Lidas

Padre é assassinado

Ibaneis vai ao velório do padre Casemiro e promete mais segurança nas igrejas

Ao lamentar o brutal assassinato, o governador prometeu que vai colocar viaturas acompanhando as missas

acessibilidade:
O governador lembrou que tem trabalhado para recompor os quadros das forças de Segurança Pública

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha esteve na manhã desta segunda-feira (23), no velório do padre polonês, Kazimerez Wojn, conhecido como padre Casemiro, assassinado no sábado (21), dentro da Paróquia Nossa Senhora da Saúde, na 702 Norte.

Ao lamentar o brutal assassinato, Ibaneis prometeu reforço na segurança pública. “Vamos reforçar, colocar mais viaturas principalmente acompanhando o horário de entrada e saída das missas. É uma tragédia para toda a comunidade do Distrito Federal, principalmente a religiosa. Que o padre Casemiro, seja exemplo na cidade como dedicação, de trabalho, que construiu essa igreja, sempre acompanhou seus fiéis e para nós fica um sentimento de muita tristeza”.

Ibaneis ressaltou que o Governo do Distrito Federal vem trabalhando desde o início do ano para reforçar a segurança pública, e destacou algumas ações como a reabertura de delegacias e o aumento do efetivo policial. Temos que aumentar o efetivo da Polícia Militar. Estamos com a Academia lotada, com 750 policiais em treinamento. Eles estão saindo para as ruas e a partir de janeiro vamos colocar outra turma com mais 750. Quero manter esse ritmo até recompor o efetivo da Polícia Militar e da Polícia Civil também. Só aí as pessoas vão ter realmente a sensação de segurança maior”.

Para o governador o combate à criminalidade “deve ser encarado como prioridade, daí a necessidade de unirmos forças. A sociedade precisa de paz. Não iremos tolerar que o cidadão ou cidadã se torne refém de criminosos dentro de sua própria casa. Que Deus receba a sua alma conforte os seus familiares e paroquianos e nos ilumine nesse esforço de garantir a tranquilidade da população”.

Reportar Erro