Mais Lidas

Alerta

Governo do DF reage a ameaça de organizações criminosas na Capital

Secretaria de Segurança reclama de 'total ausência de informações' do Ministério da Justiça

acessibilidade:

A Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal encaminhou ofício ao ministro da Justiça, Sergio Moro, solicitando informações oficiais do governo federal sobre “o que realmente está acontecendo” em relação à ameaça de um possível incidente envolvendo líderes de facções criminosas encarceradas no presídio federal em Brasília. O governo local quer avaliar o que classifica de “exato grau de ameaça” da presença desses criminosos no DF.

O secretário Anderson Torres cita como os motivos da solicitação notícias de “plano de resgate no presídio, fuga de presos e a presença do Exército na segurança do presídio” e a movimentação da estrutura de segurança trazida para o DF, em razão da presença dos criminosos na capital. O ofício foi protocolado nesta quarta-feira (22) no Ministério da Justiça.

A medida se dá após informações na imprensa que relatarem planos de resgate do Marco “Marcola” Willians Herbas Camacho, transferido para o presídio da Papuda em março do ano passado. Ontem, o criminoso foi levado ao Hospital de Base, no centro da capital, com um impressionante aparato de segurança que incluía até helicóptero.

Repúdio do governador

O governador do DF, Ibaneis Rocha, demonstrou sua preocupação sobre a transferência dos presos para o DF. “Estou preocupado”, disse ele ao Diário do Poder. Ainda em março de 2019, à época da transferência, expressou seu repúdio sobre a decisão do ministro da Justiça, Sergio Moro, e disse que os “bandidos precisam de isolamento. Não é a 6 quilômetros do Palácio do Planalto que vamos ter esse isolamento”.

Vídeos Relacionados