Mais Lidas

Crise continua feia

GDF admite demitir até servidores concursados

GDF admite demissões e não pagar salários a partir de novembro

acessibilidade:

O chefe da Casa Civil do governo do Distrito Federal, Hélio Doyle, admitiu nesta sexta-feira (15) que a situação financeira continua tão ruim que pode faltar dinheiro para pagar salários de servidores a partir de novembro.

Ele disse também que o GDF já se encontra no "limite prudencial" previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), e que somente há as alternativas de demitir servidores ou de aumentar a receita. Se a receita não evoluir, disse ele, haverá demissões inclusive de funcionários concursados, conforme prevê a LRF.

Vídeos Relacionados