Mais Lidas

Infidelidade

Galba pode perder mandato de deputado por trocar de partido

Desembargador André Carvalho Monteiro é o relator, no TRE

acessibilidade:

O deputado estadual Galba Novaes (PDT) é alvo de Ação de Perda de Cargo Eletivo por Desfiliação Partidária, movida pelo vereador Marcelo Gouveia (PRB), que ficou na sua suplência, ao obter mais de 19 mil votos nas eleições de 2014.

Galba Novaes é acusado de infidelidade partidária, após trocar o PRB pelo PDT, em 1º de outubro, sem a justa causa exigida por lei. De acordo com a ação, ele está sujeito a cassação e perda do mandato de deputado estadual. O processo já está com o relator, o desembargador André Carvalho Monteiro, do Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE).

Na Assembleia, ontem, Galba acusou seu antigo partido de “traição”, para justificar sua desfiliação. “Para minha surpresa, soube pela imprensa que o suplente estava contestando minha fidelidade ao partido. Fidelidade é muito importante, mas é uma coisa mútua. Quando saí do partido, saí justamente alegando a traição, a humilhação que passei sem saber que no dia 19 de setembro eu não era mais presidente. Eu estava assinando documentos até o dia 24 como presidente do PRB sem saber que tinha sido substituído”, disse ele.

Os deputados federais Cícero Almeida (PSD) e João Henrique Caldas (PSB) também têm os mandatos reclamados na Justiça Eleitoral por terem trocado de partido.