Mais Lidas

Um terço do mundo

Falha no Amazon Web Services derruba parte da internet mundial

Até o momento da publicação desta matéria não havia previsão para normalização, nem informações sobre o motivo da falha generalizada

acessibilidade:
O motivo da queda, ainda não foi divulgado. Felizmente, o Diário do Poder saiu da AWS bem a tempo.

Desde o começo da tarde desta terça-feira (7), está fora do ar grande parte da internet mundial e vários serviços que utilizam a Amazon Web Services, serviço de servidores da gigante tech Amazon.

O serviço de computação em nuvem da empresa, que é o mais contratado do mundo, não tinha previsão de ser normalizado até a publicação desta matéria. O motivo da queda, ainda não foi divulgado.

Serviços como a  Alexa, assistente virtual da empresa, Amazon Prime Video, Disney Plus, League of Legends, Valorant, Canva, Prime Video e serviços nacionais, como o C6 Bank e iFood, não têm previsão de quando serão restabelecidos.

A página de suporte do AWS confirma a instabilidade em todas as regiões em que atua. A falha afeta especificamente o serviço AWS Management Console. “Estamos passando por problemas de console e de API na região US-EAST-1. Identificamos a causa raiz e trabalhamos ativamente para a recuperação. O problema afeta a página de destino global, que também é hospedada no US-EAST-1.”

De acordo com informações divulgada pelo site DownDetector, que monitora reclamações de usuários em todo o mundo, por volta das 12h36 (horário de Brasília) começaram as reclamações sobre a instabilidade da plataforma e o funcionamento dos serviços.

O Brasil é um dos países com mais reclamações. Nas redes sociais, clientes se queixavam de páginas que não carregavam dentro dos aplicativos e administradores de sites na internet reclamam da falta de informações por parte do atendimento da AWS. O assunto chegou a virar trending topic no Twitter.