Mais Lidas

Política

Ex-prefeito de Paranapanema (SP) renunciou o cargo por causa de baixo salário

Faber alegou ter saído para não roubar, após sete meses como prefeito

acessibilidade:

Facebook/ Márcio FaberA renúncia do ex-prefeito de Paranapanema em São Paulo, Márcio Faber, causou surpresa em muita gente da cidade. O mais curioso foi porque ele alegou que o motivo da saída era o baixo salário do cargo. O chefe do executivo da pequena cidade paulista recebe R$ 5,8 mil para administrar o município, enquanto ele recebia cinco vezes mais para exercer a medicina. Como médico Faber faturava R$ 30 mil.

O ex-prefeito disse que sabia do valor do salário quando se candidatou à prefeitura, mas imaginou que conseguiria conciliar o tempo entre a prefeitura e a medicina e explicou o abandono do cargo. ?Preferi sair a roubar?, justifica.  Essa foi a primeira vez que Faber concorreu a um cargo público. Ele foi eleito com 5.873 votos em outubro de 2012 pela coligação ?Inovação é agora? dos partidos PT e PV.

Reportar Erro