Mais Lidas

Pesquisa Orbis

Em Santa Catarina, Moisés lidera e 64,2% não votarão em candidato apoiado por Lula

Atual governador lidera intenções de voto para continuar no cargo

acessibilidade:
Carlos Moisés, governador do Estado de Santa Catarina.

Nova pesquisa realizada no Estado de Santa Catarina, desta vez pelo Instituto Orbis, confirma a liderança do atual governador, Carlos Moisés (PSL), com 16,7% das intenções de voto. Neste levantamento, 18,5% afirmaram que pretendem votar Branco ou Nulo e 13,6% alegaram que não sabem responder.

O Instituto também conferiu a influência dos principais pré-candidatos a presidente nas eleições de Santa Catarina. De acordo com esse levantamento, 64,2% dos eleitores afirmaram que não votarão em candidato apoiado pelo ex-presidente Lula. Somente 28,9% votariam em candidato apoiado pelo petista.

De outro lado, 47,7% admitem votar em candidato apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro, contra 42,9% que rejeitam essa possibilidade.

Avaliação do governador

O governador, que lidera a pesquisa, tem avaliação positiva de 38,3% do total. Avaliam seu governo Ótimo (14,5%) ou Bom (23,8), enquanto 27,1% consideram sua gestão apenas regular. A avaliação negativa é de 31,1%, sendo 15,8% que acham o governo Ruim e  15,3% Péssimo. Não souberam responder 3,5% dos entrevistados.

No cenário estabelecido pelo Orbis para a disputa pelo governo de Santa Catarina, em 2022, em 2º lugar aparece o prefeito de Chapecó (PSD), com 10,4%, tecnicamente empatado com os senadores Esperedião Amin (PP), com 10,4%, e Jorginho Melo (PL), que soma 9,1%.

Décio Lima (PT) está em 5º lugar na pesquisa para governador, com 8,8%, enquanto o senador Dario Berger (MDB) tem 6%. O ex-deputado Gelson Merisio (PSDB) registra 3,5%, um pouco à frente de Odair Tramontin (Novo), com 3%.

Rejeição dos candidatos

Ao indagar dos entrevistado sobre os candidatos nos quais não votariam de jeito nenhum, a pesquisa Orbis verificou que o governador Carlos Moisés lidera a rejeição, com 18,3%, tecnicamente empatado com Amin (17,8%).

O petista Décio Lima, com 11,7%, e Jorginho Melo (11,1%) empataram em 3º e 4º lugar da rejeição e Berger soma 5,5%. Nesse quesito, 17,7% dos entrevistas não souberam apontar nomes de candidatos nos quais jamais votariam.

A pesquisa foi realizada nesta segunda-feira (26), quando foram entrevistados 999 eleitores por telefone, com emprego de Inteligência Artificial.

Veja os números para governador de Santa Catarina, segundo o Instituto Orbis: