GDF gosta

Elefante branco é recordista

O Mané Garrincha se tornou campeão de renda, público e lixo

acessibilidade:

A arrecadação do Governo do Distrito Federal sobe com ajuda dos recordes quebrados pelo Estádio Nacional Mané Garrincha. A arena possui os três maiores públicos do atual Campeonato Brasileiro e é detentor do recorde de bilheteria do futebol nacional com R$ 6.948.710,00 no jogo de despedida de Neymar do Santos.

No último fim de semana, a renda do jogo entre Vasco e Flamengo ultrapassou os R$ 4 milhões e só de aluguel do estádio, o GDF embolsou R$ 529 mil e a federação de Brasília mais R$ 200 mil. Se descontarmos esses valores e o que foi pago para a federação do Rio de Janeiro, ao INSS, para a segurança e outros impostos, os clubes ficaram com menos da metade do valor arrecadado.

Quem teve muito trabalho mesmo foi o Serviço de Limpeza Urbana (SLU) que recolheu cerca de seis toneladas de lixo do lado de fora do estádio. De acordo com o diretor geral do SLU, Gastão Ramos, 90 garis trabalharam desde antes do início da partida.