Rio Grande do Sul

Deputados que votaram contra suspensão da dívida do RS dizem que se confundiram

Medida foi enviada pelo Palácio do Planalto ao Congresso em razão das fortes chuvas e enchentes na região

acessibilidade:
Stélio Dener e Eros Biondini foram contra a medida proposta pelo Palácio do Planalto.

O projeto de lei complementar que permite a suspensão da dívida do Rio Grande do Sul com a União foi aprovado na noite desta terça-feira na Câmara, por 404 votos favoráveis e dois contrários. Os únicos que se manifestaram de forma contrária foram os deputados federais Stélio Dener (Republicanos-RR) e Eros Biondini (PL-MG).

O posicionamento, no entanto, teria sido um engano. Os dois parlamentares alegam que se confundiram na hora da votação e confundiram o voto.

A suspensão da cobrança será válida por três anos.

A proposta do governo não se limita ao Rio Grande do Sul. Pelo texto, a União poderá adiar o pagamento de dívidas de um estado, desde que o Congresso Nacional, após iniciativa do Executivo, reconheça calamidade pública em determinada unidade federativa.

A medida deve dar um alívio de R$11 bilhões ao governo do Rio Grande do Sul, que sofre com as fortes chuvas. Elas já causaram mais de 140 mortes, devastaram cidades e deixaram milhares de desalojados.

 

Quem é Stélio Dener

Nascido em 16 de novembro de 1973, em Boa Vista, Stélio Dener de Souza Cruz é bacharel em Direito pela Universidade Federal de Roraima (UFRR).

Stélio está em seu primeiro mandato como deputado, sendo eleito com 14.193 mil votos no pleito de 2022.

Antes, o parlamentar atuava como defensor público em Roraima, ingressando no serviço em 2004. Posteriormente, foi presidente da Associação dos Defensores Públicos do Estado de Roraima (ADPER), de 2005 a 2007.

Foi juiz eleitoral no Tribunal Regional Eleitoral de Roraima (TRE-RR) de 2008 a 2010 e de 2011 a 2013 e foi vice-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil de Roraima (OAB-RR), de 2006 a 2009 e de 2009 a 2013.

Ainda esteve nos cargos de defensor público-geral entre 2011 e 2015 e, posteriormente, entre 2019 e 2021, e subdefensor público-geral entre 2016 e 2019.

Quem é Eros Biondini

Formado em Medicina Veterinária e pós-graduado em Poder Legislativo, Eros Biondini está em quarto mandado de deputado consecutivo.

Em 2022, recebeu 77.900 votos.

Ainda ocupou os cargos de secretário de Esportes e da Juventude de Minas Gerais entre 2012 e 2013.

Biondini nasceu em Belo Horizonte em 20 de maio de 1971 e atua há 30 anos em movimentos católicos, também é cantor religioso.

Foi fundador da Comunidade Mundo Novo e é membro da Renovação Carismática Católica.