Passando vergonha

Brasil ‘descondena’, e EUA apuram suborno na Petrobras

Trafigura admitiu ter subornado membros do governo do PT de 2003 a 2014

acessibilidade:
A empresa suíça lucrou cerca de 61 milhões de dólares com o esquema. (Foto: André Motta de Souza/Agência Petrobras).

Enquanto sentenciados por corrupção na Lava Jato são “desconenados” na justiça brasileira, nos Estados Unidos o Brasil passa vergonha: a multinacional da Suíça Trafigura se declarou culpada para encerrar uma investigação de corrupção relacionada à Petrobras.

A empresa terá que pagar mais de R$126 milhões de dólares (R$636 milhões) no acordo.

O esquema envolveu suborno de integrantes do governo brasileiro entre 2003 e 2014 para garantir negócios com a petroleira.

A empresa suíça lucrou cerca de 61 milhões de dólares com o esquema.

Os pagamentos foram feitos por meio de empresas de fachada e discutidos em Miami. A Trafigura reconheceu a conduta inadequada de ex-funcionários e agentes no Brasil.

“Sobre a conduta de ex-funcionários e/ou agentes no Brasil, que ocorreu há, pelo menos, dez anos” e reconheceu que “essa conduta foi e é inconsistente com os princípios, termos contratuais e Código de Conduta da empresa”, diz comunicado da empresa.

No Brasil, o processo está parado desde maio de 2022 após ser enviado à Justiça Eleitoral.

Reportar Erro