Paraná Pesquisas

Pesquisa: Lula perderia hoje para Bolsonaro e também para Michelle, no DF

Bolsonaro tem quase 40% das intenções de voto no DF; Michelle, 30,1%

acessibilidade:
Michelle Bolsonaro e o ex-presidente Jair Bolsonaro (Foto: Isac Nóbrega)

Levantamento realizado pelo Paraná Pesquisas revela que Lula (PT) não apenas seria novamente derrotado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), como em 2022, como perderia também para a ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro, se a eleição fosse realizada hoje. O Paraná Pesquisas foi o instituto que mais acertou resultados, na campanha eleitoral de 2022.

De acordo com um primeiro cenário do Paraná Pesquisas, Bolsonaro teria hoje praticamente 40% das intenções de voto (39,9%) das intenções de voto, bem à frente do petista, que, após um ano e meio no poder, soma 27,1%. Ciro Gomes (PDT) teria 7,1%, Ronaldo Caiado (União Brasil) 6,3% e Eduardo Leite (PSDB), 3,2%. O governador do Pará, Helder Barbalho MDB), aparece com 0,5%.

O cenário 1 confirma o favoritismo de Bolsonaro no DF:

No cenário 2, o petista Lula também teria derrotado no Distrito Federal por uma eventual candidatura de Michelle Bolsonaro a presidente. A mulher do ex-presidente Bolsonaro teria hoje 30,1% dos votos, contra  27,8% do atual presidente.

Nesse cenário, Ronaldo Caiado somaria 11,8%, Ciro Gomes 8,5%, Eduardo Leite 3,5% e Helder Barbalho 0,1%.

Michele também derrotaria Lula. Veja:

O detalhamento do cenário 1 da pesquisa mostra que Bolsonaro é o preferido dos eleitores do DF em todas as idades e quando os eleitores são identificados por sexo ou escolaridade, por exemplo.

Preferem majoritariamente o ex-presidente os que têm apenas ensino fundamental ou quem ostenta nível de formação de ensino superior, assim como os eleitores mais jovens, entre 16 e 24 anos, votariam mais em Bolsonaro (39,6%) do que em Lula (27,4%). Vencedor em todas as faixas etárias, Bolsonaro tem preferência mais expressiva entre eleitores de 35 a 44 anos: 42,7% contra 25,7% do petista.

O ex-presidente é o preferido entre eleitores católicos (34,7% a 29,8%), mas entre evangélicos ele arrasa o adversário: 54,8% a 17,6% do petista.

O levantamento do Paraná Pesquisa foi realizado entre os dias 29 de julho e 2 de julho em entrevistas presenciais por todo o Distrito Federal. O instituto explica que na pesquisa foi utilizada uma amostra de 1360 eleitores. “Tal amostra representativa do Distrito Federal atinge um grau de confiança de 95,0% para uma margem estimada de erro de aproximadamente 2,7 pontos percentuais para os resultados gerais.”

Bolsonaro à frente em todas as idades, nível de ensino etc. Veja: