Mais Lidas

Saudade

Rádio Senado tem redação batizada de ‘Repórter Larissa Bortoni’

Larissa faleceu há três anos, em março de 2019, de embolia pulmonar

acessibilidade:
Larissa Bortoni era uma das jornalistas mais queridas de Brasília.

O plenário do Senado aprovou na noite desta terça-feira (8) o projeto que nomeia a redação da Rádio Senado, em Brasília, “Redação Repórter Larissa Bortoni”.

A homenagem foi proposta pela senadora Simone Tebet (MDB-MS) e relatada por Carlos Viana (MDB-MG).

Larissa Bortoni morreu em março de 2019, vítima de uma embolia pulmonar. Ela estava no auge da carreira como jornalista do Senado, onde atuou por mais de 20 anos.

Muito querida e admirada entre colegas, Larissa caracterizou sua trajetória pelo comportamento profissional irrepreensível, por sua dedicação ao trabalho, e pelo companheirismo.
Reportar Erro