Mais Lidas

Segurança pública

Polícia Militar prende integrante de quadrilha que furta casas no Lago Sul

Na fuga, o bandido perdeu controle do carro e bateu em uma viatura da PMDF

acessibilidade:
Imagens do criminoso em frente a casa que foi furtada Foto: PMDF

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) conseguiu prender na manhã desta quinta-feira (30), um dos integrantes de uma quadrilha que pratica furtos a residências no Lago Sul.

O assaltante, 21 anos, foi detido na Ceilândia, após o carro em que dirigia ter sido reconhecido pela polícia. O criminoso tentou fugir, na perseguição perdeu o controle e acabou batendo em outra viatura da PMDF. Durante a abordagem, os policiais encontraram um simulacro de arma de fogo, um tambor de munições, além de um cigarro de maconha. O motorista estava acompanhado de uma mulher e uma criança, ninguém se feriu.

Após o furto em uma casa na QI 11, no domingo (19), através das imagens da câmera de segurança, a polícia conseguiu pegar a placa e identificar que tratava-se de um carro clonado. “Através da filmagem conseguimos descobrir um dos criminosos, que já era conhecido da polícia, e morava na Ceilândia”, relata o assessor de imprensa da PMDF, Major Michello.

O Diário do Poder conversou com o comandante do 5º Batalhão Polícia Militar, Major Danzmann, responsável pelo Lago Sul, que ressaltou a importância da união da comunidade com a polícia em prol da segurança de todos. “Isso nos faz dar acento a uma temática que é muito importante, que tem sido objeto de trabalho do 5º batalhão, que é um chamamento a todas as pessoas para que participem da construção da segurança, sejam mais autores da sua própria segurança, e nesse sentido auxiliem a polícia militar. Sabemos que em muitas práticas de furtos, as oportunidades se apresentam aos criminosos. Por isso é importante que as pessoas tenham mais atenção, sejam mais zelosas com suas propriedades e de se cuidarem mais como comunidade, com um olhar mais atento e cuidadoso também com seu vizinho, sendo mais solidárias, e ao verificar qualquer comportamento suspeito se falarem e chamarem a polícia”.

O assaltante foi encaminhado à 23 DP e autuado por direção perigosa e porte e uso de substância entorpecente. Ele já tinha passagem pelo crime de porte ilegal de arma de fogo. Questionado sobre o veículo,  disse que não falaria nada a respeito.