Mais Lidas

Eleições 2018

Frejat fala em inovação, mas propõe criar lei que existe desde 2014

O 'Botão do Pânico' é similar ao 'Alarme do Pânico' de autoria da pré-candidata Eliana Pedrosa

acessibilidade:

O pré-candidato ao Governo do Distrito Federal (GDF) Jofran Frejat (PR) publicou um vídeo onde fez o anúncio de uma proposta para a criação do “Botão do Pânico” que segundo ele, traria “modernidade” para o Distrito Federal. Entretanto, essa ideia existe aqui, desde 2014.

Frejat afirma no vídeo que Brasília precisa entrar na modernidade. “Quer ver um exemplo, se governador, eu vou criar aqui o botão do pânico da mulher”. O problema é que não existe inovação nessa ideia, de autoria da ex-deputada distrital, e também pré-candidata ao GDF, Eliana Pedrosa (PROS), a Lei Nº 5.425, que cria o “Alarme do Pânico”, foi promulgada em dezembro de 2014 pelo ex-governador Agnelo Queiroz (PT).

Procurada pelo Diário do Poder a assessoria de Frejat diz não conhecer o projeto sobre o Alarme do Pânico. E que a ideia de Frejat foi inspirada  em um projeto de lei do Espírito Santo. “Além dessa do Espírito Santo, tem um do Wellington Luiz (MDB) que é da coligação do Frejat, que foi aprovada na Câmara Legislativa, mas que o Rollemberg vetou. Por que ele vetou? Porque isso tem que ser uma proposta do Executivo, a Câmara não pode criar despesa para o executivo. Esse projeto já existe no Espírito Santo, pode ser que ela tenha tirado deles também lá”.

Também entramos em contato com assessoria de Pedrosa, que preferiu não comentar.