Mais Lidas

Apesar das fortes chuvas

Diretor da Adasa pede que população mantenha cautela com uso da água no DF

Segundo Jorge Werneck a média do volume de chuvas ainda está abaixo dos registros históricos

acessibilidade:
Adasa busca a gestão mais eficiente dos reservatórios com a medição Foto: Toninho Tavares /Agência Brasília

Em busca de uma gestão mais eficiente dos recursos hídricos do Distrito Federal, a Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento do Distrito Federal (Adasa) monitora a quantidade de chuvas em todo o território. O diretor da agência, Jorge Werneck ressalta que com essas informações é possível monitorar os reservatórios e prevenir a ocorrência de uma nova crise hídrica. Além de auxiliar nos planejamentos dos produtores rurais, construção civil, da defesa civil e nos serviços de drenagem em todas as regiões administrativas. “Com essas informações podemos usar melhor o potencial dos nossos reservatórios. Simulando, inclusive, o quanto eles podem baixar no período de seca”.

Todos esses dados mensais estão disponíveis para toda a sociedade no site da Adasa. As informações são obtidas por meio de satélites, e capturadas por 15 estações automáticas de monitoramento.

Reservatório do Descoberto, um dos mais importantes do DF

Os painéis interativos do Sistema de Informações sobre Recursos Hídricos (SIRH) substituem os boletins semanais, que forneciam apenas informações do Lago Paranoá, Santa Maria e Descoberto, e os mensais, que disponibilizavam dados de vazão mínima, média e máxima, em oito pontos.

Werneck faz um alerta para a população do DF e pede que o uso racional da água seja mantido, tendo em vista que,  apesar de aparentemente ter chovido muito, nesse período chuvoso,  a média do volume de chuvas está na verdade abaixo dos registros históricos. “A vantagem é que nas áreas próximas dos nossos reservatórios as chuvas registradas estão um pouco acima da média”.

Objetivo da agência é que até setembro, o DF ganhe mais 30 estações de monitoramento.

Períodos de chuvas e seca no Distrito Federal

Estação chuvosa: Entre os meses de outubro até abril, ocorre o período chuvoso, tendo em vista que os meses com maior ocorrência de chuvas são de novembro a janeiro.

Estação de seca: Entre os meses de maio até setembro, ocorre o período de estiagem, tendo em vista que os meses mais áridos ocorrem entre junho e agosto.