Mais Lidas

Paraná Pesquisas

Deputado do PSOL lidera disputa pela Prefeitura de Belém, com folga de 28 pontos

Edmilson Rodrigues detém 39,3% da preferência do eleitor da capital do Pará

acessibilidade:
Deputado federal Edmilson Rodrigues (PSOL-PA). Foto: Vinícius Loures/Câmara dos Deputados

Após oito anos da administração do prefeito Zenaldo Coutinho (PSDB), o eleitor de Belém do Pará demonstrou a intenção de voltar a eleger prefeito o deputado federal Edmilson Rodrigues (PSOL-PA), que lidera com folga de 28 pontos percentuais a disputa pela sucessão municipal da capital paraense. Os dados são do levantamento da Paraná Pesquisas, divulgados nesta quinta-feira (6).

Na modalidade estimulada, quando foram oferecidas seis opções de voto para o eleitor, o ex-prefeito Edmilson Rodrigues lidera com 39,3% a preferência do eleitorado de Belém. O parlamentar que administrou a capital paraense entre 1997 e 2004 é seguido de longe pelo deputado federal Celso Sabino (PSDB-PA), que pontuou 11,3% de intenção de voto.

O terceiro colocado da disputa é outro integrante da Câmara dos Deputados, Cássio Andrade (PSB-PA), que pontua 9%. Os demais pré-candidatos tiveram o seguinte desempenho: o delegado federal Everaldo Eguchi (PSL), com 5,1%; o vice-prefeito de Belém, Orlando Reis (MDB), com 5%; e o deputado estadual Gustavo Sefer (PSD), com 2,1% da preferência do eleitor.

O levantamento ouviu por telefone 700 eleitores de Belém, entre os dias 1º e 4 deste mês de agosto. E tem grau de confiança de 95% para uma margem estimada de erro de, aproximadamente, 4% para os resultados gerais. De acordo com a Resolução TSE nº 23.600/2019 essa pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o nº PA-05469/2020.

Veja os números da estimulada:

Desinteresse no pleito

Antes de serem apresentadas as opções de voto, os eleitores pesquisados na modalidade espontânea também deram vantagem a Edmilson Rodrigues, que pontuou apenas 7,3%, porém obteve desempenho mais de três vezes maior que o segundo nome mais lembrado, o do deputado federal Delegado Éder Mauro (PSD-PA), com 2,3% da lembrança do eleitor.

Nessa modalidade espontânea, o prefeito tucano Zenaldo Coutinho é lembrado por 1% dos eleitores, apesar de a legislação o impedir de disputar um terceiro mandato seguido. E a opção “não sabe” obteve 72,7%, o que demonstra o desinteresse do eleitor na disputa que foi adiada para novembro, por causa da pandemia de covid-19.

Veja os números da espontânea:

Potencial eleitoral

Veja o desempenho dos principais pré-candidatos, de acordo com a análise mais apurada das intenções de votos do eleitor de Belém:

Rejeição ao prefeito

Quando convidados a avaliar a administração tucana na capital do Pará, os eleitores de Belém demonstraram uma alta reprovação do governo de Zenaldo Coutinho. Sua administração obteve 73,4% de desaprovação e somente 22,4% de aprovação. A avaliação de 59,3% do eleitor é de que a administração do PSDB é péssima (46,9%) ou ruim (12,4%). E apenas 12,3% a consideram ótima (1,7%) ou boa (10,6%). A avaliação regular foi de 26,6%.