Candidata ao Senado

Damares Alves faz último comício ao lado da primeira-dama Michelle Bolsonaro

A candidata ao Senado fez o último comício da campanha em Ceilândia

acessibilidade:

A candidata ao Senado, Damares Alves (Republicanos) esteve nesta quinta-feira (29), na cidade de Ceilândia, ao lado da primeira-dama Michelle Bolsonaro e da candidata a vice-governadora do DF Celina Leão (Progressista).

Durante o último comício de campanha, a candidata mandou um recado ao Poder Judiciário. “O Senado Federal não vai mais se acovardar, nem se ajoelhar e enfrentar os magistrados togados, se for preciso”.

Damares agradeceu todo o empenho dos cabos eleitorais e o apoio que recebeu durante a campanha.

“Cheguei ao primeiro lugar por causa de vocês. Muito obrigada minha amiga e irmã Michelle. Você nos ajudou a virar tudo isso. Eu vou viver cada dia, cada minuto no Senado, trabalhando pensando em você, em Celina, nos presidentes dos dois partidos do meu coração, nos meus suplentes e em tantos candidatos que fizeram por mim”.

A ex-ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, do governo Bolsonaro, também fez um discurso forte sobre como será a sua atuação no Senado, caso seja eleita e reforçou o pedido de voto no presidente Bolsonaro.

“O Senado Federal não vai mais se acovardar, não vai se ajoelhar. Aquela casa está precisando de alguém com coragem para enfrentar o crime organizado, os bandidos. E se for preciso enfrentar também os magistrados togados, que estão atacando a nossa Constituição, não vou me omitir. Quero também ressaltar o mais espetacular presidente da República que essa nação já teve. Mentiram, acusaram, tentaram matar Bolsonaro. Mas o mito é o mito. Este aqui é o legítimo palanque de Bolsonaro”.

A pauta de inclusão dos invisíveis veio à tona no discurso de Michelle Bolsonaro.

“É bom demais poder falar de pessoas que valorizam a pauta da família, que valorizam as nossas crianças, que valorizam os nossos deficientes, os nossos surdos e nós estamos aqui para valorizar todos aqueles que ficaram invisibilizados por tanto tempo”.