'Sem trégua ao crime'

Tarcísio celebra prisão de dez em cerco a pensões para tráfico do PCC

Governador promete seguir atuando sem dar trégua ao crime organizado em São Paulo

acessibilidade:
Governador Tarcísio de Freitas. Foto: Fernando Nascimento / Governo do Estado de São Paulo.
Governador Tarcísio de Freitas. Foto: Fernando Nascimento / Governo do Estado de São Paulo.

O governador Tarcísio Gomes de Freitas (Republicanos) elogiou agentes da Polícia Civil pela prisão de dez suspeitos de crimes, durante a 3ª fase da Operação Downtown, deflagrada nesta quinta (13) para desmantelar uma rede de hotelaria usada pela facção PCC para traficar drogas no Centro de São Paulo.

Tarcísio celebrou a ação que reúne quase 400 agentes para cumprir 140 mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça contra envolvidos com a rede de pensões acusadas de distribuir drogas para a região da cracolândia.

O fechamento de 28 pensões clandestinas usadas como ponto de distribuição de drogas e bloqueio de 26 contas bancárias usadas pra lavagem de dinheiro foi exaltada por Tarcísio.

“Parabéns aos homens e mulheres envolvidos na ação. Seguiremos atuando sem dar trégua ao crime organizado em São Paulo”, escreveu o governador, ao publicar em seu perfil da rede social X um vídeo com momentos da operação.

Veja:

O esquema

A operação liderada pelo Departamento Estadual de Investigações sobre Entorpecentes (Denarc) resultam de investigações iniciadas há mais de um ano. E, segundo o delegado Carlos César Castiglioni, além de o bando criminoso usar as hospedagens para distribuir as drogas, também lavavam dinheiro com os imóveis.

“Nessas hospedarias quem é o proprietário, quem é o administrador, quem gerencia é alguém que tem passagem por tráfico, que está ligado à organização criminosa. Alguém que de alguma forma contribui para o tráfico na região central. Então o objetivo era tentar localizar drogas, depósitos dentro das hospedarias que abastecem o centro”, explica  Castiglioni.