Operação Crime Cracker

Suspeito de tráfico é preso no Ceará por morte de ex-prefeito do Acre

Força Integrada prendeu acusado de tráfico e assassinato do ex-prefeito Gedeon Barros, em maio de 2021

acessibilidade:
Policiais cearenses cumpriram mandados expedidos pela Justiça do Acre contra acusado de matar ex-prefeito (Foto: Reprodução PF)

Um acriano de 38 anos que responde por tráfico de drogas foi preso, na manhã desta quinta-feira (29), no Ceará, pela acusação de assassinar, em 2021, Gedeon Sousa Barros, ex-prefeito da cidade de Plácido de Castro, no interior do Acre, executado aos 52 anos, em Rio Branco.

A prisão do homem, que não teve seu nome divulgado, foi feita pela Força Integrada de Combate ao Crime Organizado no Ceará (FICCO-CE), na Operação Crime Craker, em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza.

Segundo a Polícia Federal, o preso tinha mandado de prisão em razão do suposto envolvimento no homicídio do ex-prefeito, executado a tiros por dois homens em uma moto vermelha, no dia 20 de maio de 2021, quando o político estava dentro de seu carro.

Também foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão, expedidos pela 3ª Vara Criminal da Comarca de Rio Branco, além da prisão preventiva da 1ª Vara do Tribunal do Júri de Rio Branco.

A operação foi deflagrada pela força integrada pelas seguintes instituições: PF, Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS-CE), Polícia Militar do Ceará (PMCE), Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Secretaria Nacional de Políticas Penais (SENAPPEN), Perícia Forense do Estado do Ceará (PEFOCE) e Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização do Estado do Ceará (SAP).

Reportar Erro