Mais Lidas

Transporte Público

CPI dos Transportes analisa relatório final nesta segunda

A comissão foi instalada em maio de 2015

acessibilidade:

A CPI dos Transportes analisa e vota nesta segunda-feira (25) o relatório do deputado distrital Raimundo Ribeiro (PPS). A sessão começou cedo, mas como os parlamentares não chegaram a um acordo sobre o prazo para concluir a análise do documento de 219 páginas, a sessão foi encerrada e recomeça a partir das 14h.

O empasse se deu porque os deputados Julio Cesar Ribeiro (PRB) e Ricardo Vale (PT) destacaram que o prazo para a conclusão do relatório terminou nesse domingo (24), e questionaram a possibilidade da votação ocorrer hoje. O relator então reagiu, “para mim está claro que, se um prazo se exaure no domingo, ele é aperfeiçoado para a segunda-feira”.

O relatório responsabiliza o ex-secretário de Transporte, José Walter Vazquez , ex-governador Agnelo Queiroz, ex-diretor técnico do DFTrans Lúcio Lima, ex-diretor do DFTrans Campanella, o atual secretário de Mobilidade Marcos Dantas e o governador Rodrigo Rollemberg. Além de empresários e servidores públicos.

Os parlamentares investigaram irregularidades na licitação, que custou aos cofres públicos R$ 7,8 bilhões, responsável pela renovação da frota de ônibus do Distrito Federal em 2011. A comissão foi instalada em maio de 2015.

 O parecer pede sejam anulados os contratos realizados com as empresas, Expresso São José, Marechal, HP-Ita Transportes (Urbi), Pioneira e Piracicabana, e que seja devolvido o dinheiro repassado às empresas.

Bispo Renato vai encaminhar o texto para os órgão de controle,  Ministério Público do Distrito Federal  e Territórios (MPDFT), Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT), Controladoria Geral do Distrito Federal, para a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) e para o chefe do Executivo, Rodrigo Rollemberg.

Reportar Erro