Mais Lidas

Motoboy coagido

CPI aprova quebra de sigilos do motoboy Ivanildo Gonçalves

Senadores quiseram apreender seu celular e o ameaçaram quando ele se recusou a entregar o dispositivo

acessibilidade:
Motoboy Ivanildo Goncalves da Silva na CPI da Pandemia. Foto: Leopoldo Silva/Senado

A CPI da Pandemia aprovou, nesta quarta-feira (1), a convocação da funcionária do setor financeiro da VTCLog, Zenaide Sá Reis, e a quebra de sigilo telefônico, fiscal, bancário e telemático além da apreensão, pela justiça, do aparelho celular de Ivanildo Gonçalves da Silva, o motoboy da VTCLog,  que depôs ao colegiado, nesta quarta.

De acordo com o depoimento de Ivanildo, era a própria Zenaide quem solicitava os saques e depósitos que o motoboy fazia em nome da VTCLog. Ainda de acordo com ele, as sobras dos saques direcionados ao pagamento de boletos eram devolvidas à funcionária do financeiro.

Autor dos três requerimentos, o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), alertou Ivanildo para que ele não faça qualquer alteração no aparelho celular e não permita que terceiros a façam.

“Eu estou lhe fazendo um alerta: nós estamos pedindo à Justiça a busca e apreensão do seu telefone. Então, se alguma modificação acontecer nesse telefone, se alguém pedir para pegar seu telefone para apagar mensagens, para apagar localização, a consequência acontece contra você. Então, tenha esse cuidado e esse discernimento, para evitar que você tenha alguma responsabilização e que um cara honesto acabe sendo processado sem necessidade por estar involuntariamente defendendo gente que não é honesta”, ameaçou o senador.

A Comissão aprovou, ainda, dois requerimentos de autoria do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP). Um deles solicita à Caixa Econômica Federal o envio de todos registros das câmeras que possui na unidade do aeroporto de Brasília, entre o período de 1º de janeiro de 2018 a 1º de setembro de 2021.

De acordo com dados obtidos pela Comissão, cerca de R$ 4,5 milhões foram sacados por Ivanildo Gonçalves para a VTCLog , a maioria em espécie e na boca do caixa da agência da Caixa Econômica do aeroporto.

O segundo requerimento de Randolfe determina que as empresas de telecomunicações (Oi, Vivo, Tim, Claro, dentre outras) enviem à CPI o histórico de localizações do telefone do motoboy.

Coaf

Outro requerimento aprovado, também de autoria do senador Alessandro Vieira, solicita ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF) informações sobre se as operações realizadas pela empresa VTC Operadora Logística foram devidamente comunicadas ao órgão. Segundo dados apresentados pelos membros da CPI, Relatório de Inteligência Financeira (RIF) do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF) indica que a empresa movimentou, “de modo suspeito”, R$ 117 milhões apenas nos últimos dois anos. (Agência Senado)

Vídeos Relacionados