Quebra de decoro

Conselho de Ética abre processo contra Glauber Braga

A ação diz respeito à confusão na qual Braga se envolveu com um integrante do MBL, e o deputado federal Kim Kataguiri

acessibilidade:
Deputado federal Glauber Braga (PSOL-RJ. (Foto: Zeca Ribeiro/ Câmara dos Deputados).

O Conselho de Ética da Câmara abriu nesta quarta-feira (24) um processo disciplinar para apurar a conduta do deputado federal Glauber Braga (PSOL-RJ).

A ação diz respeito à confusão na qual Braga se envolveu com um integrante do Movimento Brasil Livre (MBL), e o deputado federal Kim Kataguiri (União-SP).

A discussão começou verbalmente e evoluiu para empurrões e chutes dentro e fora da Câmara.

O processo foi protocolado pelo Partido Novo. A sigla pede a cassação do mandato do deputado por quebra de decoro parlamentar.

Como noticiado pelo Diário do Poder, além da ação do Novo, o Partido Liberal (PL), sigla do ex-presidente Jair Bolsonaro também havia protocolado um pedido de cassação contra Braga pelo fato ocorrido.

O processo no Conselho de Ética é a primeira fase de uma representação contra um parlamentar. Agora, o conselho deverá escolher um relator para o caso.

Além disso, Glauber enfrenta outro procedimento por suposta agressão ao deputado federal Abilio Brunini (PL-MT) durante audiência sobre a guerra em Gaza.

Reportar Erro