Mais Lidas

72,5% ao menos com uma dose

Com 100 milhões de brasileiros imunizados, CPI desiste de Queiroga

Senadores preferem ouvir 2ª feira um médico crítico do 'kit covid'

acessibilidade:
Vice-presidente da CPI da Pandemia, Randolfe Rodrigues, com presidente da comissão Omar Aziz e o relator Renan Calheiros. Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

Os senadores da CPI da Pandemia entraram em consenso, nesta terça-feira (12), sobre o cancelamento da convocação do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, para “prestar esclarecimentos” pela terceira vez.

O cancelamento tem a ver com os números muito positivos da vacinação no Brasil, que até este domingo registrou o impressionante número de 100.267.858 de brasileiros totalmente imunizados com duas doses de vacinas ou dose única.

Queiroga já havia declarado que compareceria com prazer à CPI para mostrar a evolução da vacinação no Brasil, que neste domingo apontava para a aplicação de 253.459.693 doses de vacina, das quase 310 milhões de doses disponibilizadas aos Estados e municípios.

Os dados são da plataforma independente de monitoramento vacinabrasil.org, que aponta também para o percentual de 72,5% de brasileiros que tomaram ao menos uma dose de imunizante contra covid-19.

Como os senadores não querem ceder espaço para Queiroga mostrar estes números e a queda significativa do número de casos e de óbitos por covid, eles optaram ou ouvir o médico Carlos Carvalho, conhecido crítico do “kit Covid”.

O depoimento deve ocorrer na data que estava marcada a sessão com o ministro, na próxima segunda-feira (18). Os senadores ainda vão votar o requerimento de convocação do médico.

Também devem ser ouvidos os familiares de vítimas que se submeteram ao tratamento precoce contra a Covid-19, orientados pelos médicos da Prevent Senior.

Vídeos Relacionados