Mais Lidas

Hora da reciprocidade

Brasil precisa se proteger fechando fronteiras a europeus na 4ª onda

Com a covid avançando fortemente na Europa, opinião é que Brasil deveria impor barreiras para evitar nova onda de contágios aqui

acessibilidade:
O réveillon do Rio de Janeiro deve ser um dos principais focos de preocupação das autoridades sanitárias

Enquanto o Brasil mantém a pandemia sob controle, com as menores médias de casos e mortes em 19 meses, a quarta onda de contágios segue forte em países europeus, o que deveria deixar autoridades brasileiras em alerta.

O Brasil já havia visto uma redução similar à atual no ano passado, ainda sem vacinas, e não podemos repetir o erro de deixar as fronteiras abertas a uma possível nova variante que venha a comprometer o sucesso da vacinação em nosso país.

Segundo embaixador ouvido pelo Diário do Poder, foi porque deixamos nossos aeroportos abertos durante o verão que o vírus progrediu tão rapidamente.

“Quando estávamos, mal os europeus se fecharam aos brasileiros. Acho que é hora de impedirmos que a quarta onda venha da Europa para o Brasil”, alertou o embaixador.

Apesar do risco iminente, o Ministério da Saúde ainda não fez qualquer menção de defender esse tipo de medida junto ao governo federal.

Além de se refletir em um grande impacto no turismo internacional, grande fonte de receitas de muitas regiões, o Brasil vive expectativa das eleições do ano que vem, o que faz muitos políticos decidirem de olho nas urnas.

Vídeos Relacionados