Mais Lidas

Na Paulista

Bolsonaro critica Moraes e diz que não cumprirá mais as decisões do ministro

A fala do presidente ocorreu durante manifestação na Avenida Paulista

acessibilidade:
Bolsonaro discursou na Avenida Paulista Foto: Reprodução Twitter

O presidente Jair Bolsonaro fez duras críticas ao ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), durante discurso na Avenida Paulista, zona central de São Paulo. O presidente chegou na capital paulista no início da tarde desta terça-feira (07).

Utilizando a mesma oratória do discurso em Brasília, Bolsonaro afirmou que o ministro precisa se enquadrar ou “pede para sair”. Disse também que não se pode admitir “que uma pessoa apenas, um homem apenas turve a nossa liberdade. Dizer a esse ministro que ele tem tempo ainda para se redimir, tem tempo ainda de arquivar seus inquéritos. Sai, Alexandre de Moraes. Deixa de ser canalha. Deixa de oprimir o povo brasileiro, deixe de censurar […] seu […] povo. Mais do que isso […]. Nós devemos, sim, porque eu falo em nome de vocês determinar que todos os presos políticos sejam postos em liberdade”.

Bolsonaro também afirmou que não cumprirá mais as decisões do ministro do STF. “Nós devemos sim, porque eu falo em nome de vocês. Determinar que todos os presos políticos sejam postos em liberdade. Digo a vocês que qualquer decisão do ministro Alexandre de Moraes esse presidente não mais cumprirá”.

O voto impresso foi novamente defendido e ovacionado pelos apoiadores que estavam na Paulista. Bolsonaro reafirmou que será uma farsa as eleições do ano que em, sem o voto impresso.“Não posso participar de uma farsa”.

Sem citar nomes, afirmou que não será preso.“Quero dizer aqueles que querem me tornar inelegível em Brasília: ‘só Deus me tira de lá’. “Aviso aos canalhas: não serei preso.”