Mais Lidas

Eleições em Alagoas

Heloísa terá que quebrar recorde de votos para se eleger deputada federal

Rede não coliga e lança ex-senadora à Câmara, com meta de superar recorde histórico de Renan Filho

acessibilidade:
Convenção da rede lança Heloísa Helena a deputada federal. Foto: Ascom Rede

A Rede Sustentabilidade formalizou na tarde desta sexta (3) a candidatura da ex-senadora Heloísa Helena ao cargo de deputada federal, em Alagoas. A primeira política a denunciar os esquemas do PT de Lula tem como desafio para se eleger ultrapassar o recorde histórico de votos para a Câmara dos Deputados da história de Alagoas. Mas prometeu resistir, durante a convenção na sede de seu partido, no bairro do Poço, em Maceió (AL).

Candidata única do partido que não se coligou com nenhuma outra sigla, Heloísa estima que terá que obter 150 mil votos para ser eleita em Alagoas. A meta é maior que a marca histórica dos 140.180 votos que elegeram para a Câmara, em 2010, o atual governador de Alagoas Renan Filho (MDB). E também supera os 135.929 votos do último recordista da disputa, em 2014, o deputado federal João Henrique Caldas, o JHC (PSB).

“Nós não somos súditos dos impérios de Alagoas. Continuarei a resistir, a lutar”, disse Heloísa Helena na convenção, ao dizer que é uma luta difícil fazer política em seu estado e garantir ter compromisso com Alagoas e com a candidatura presidencial de Marina Silva.

Mesmo com a decisão de não coligar com ninguém, a Rede recebeu em sua convenção as presenças do presidente do PSOL em Alagoas, Gustavo Pessoa, candidato a deputado estadual; e do sargento Marcos Ramalho, que disputará uma vaga na Assembleia de Alagoas pelo PSB. Ambos destacaram a trajetória de Heloísa, mas não pediram ou declararam votos.

A Rede decidiu não ter nem apoiar candidatos a governador, nem a senador, em Alagoas. E vai registrar os candidatos Flávia Reis, Rosa Pereira, Zé Amaro, Gilberto Raimundo, para disputar uma das vagas na Assembleia Legislativa.