POLICIAIS MILITARES

Agnelo considera sabotagem suspensão de planos de saúde

É como definiu o governador sobre suspensão do plano de saúde dos policiais

acessibilidade:

 

Agnelo Queiroz  - gustavo mirandaO governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, considerou ?sabotagem? a suspensão dos convênios de saúde da Polícia Militar e cobrou investigação para identificar os responsáveis. ?Temos recurso no orçamento para pagar os planos. É sabotagem e quem está fazendo isso coloca em risco a saúde dos policiais?, disse.

No Diário Oficial do Distrito Federal de hoje (28), Agnelo exonerou o coronel Sérgio Luiz de Souza Cordeiro, que seria o responsável pela suspensão dos convênios de saúde dos policiais militares. A suspensão foi anunciada na terça-feira (26) pelo Departamento de Saúde da Polícia Militar.

Ao confirmar a suspensão, a operadora alegou falta de recursos para o pagamento. Todos os procedimentos médico hospitalares foram suspensos, inclusive de urgência e emergência. Esta interrupção deveria seguir até 31 de dezembro. Era indicada a rede pública aos policiais militares que necessitassem de atendimento.